1º Etapa do Campeonato Carioca de Automodelismo Offroad 2016 – ACM

No ultimo domingo (06/03/16) rolou a abertura do Campeonato Carioca de Automodelismo Offroad 2016 organizado pela ACM sendo essa etapa realizada na pista da AMA/RJ. Logicamente muita poeira, adrenalina e velocidade marcaram o ritmo de domingo nas categorias Buggy e Truggy.

Alem da poeira e muita adrenalina não podemos deixar de acrescentar, calor… muito calor. Mas os veteranos não deixam por menos e vão preparados…

Enquanto alguns dão um trato no bólido fica evidente que outros preferem dar um trato no sono atrasado.

O piloto Thomas Gisler que também corre na temporada do Carioca Onroad AARCN estava presente e cravou um pódio, fominha não?

E vamos aos resultados!!

CATEGORIA BUGGY GT

Não se assuste!! Na categoria Buggy GT, Nando Lima levou todo o acrílico disponível cravando o TQ e também o primeiro lugar.

Resultado da categoria Buggy GT

E no pódio ficaram Nando Lima, Hernan Uner e Thomas Gisler que andaram muito a ponto de deixar o mito, a lenda o imbatível (mas que dessa vez não deu) Rodrigo Nakad, que já andou dando uns coros bonitos no pessoal de GT Onroad, fora do pódio.

Se não é um pódio bonito, pelo menos é com certeza muito competente!! 1º Lugar Nando Lima (TQ) / 2º Lugar Hernan Uner / 3º Lugar Thomas Gisler.

CATEGORIA TRUGGY GT

Os monstros, os gigantes e os preferidos da galera mais experiente. Os truggys definitivamente parecem competir pelo espaço até mesmo com a própria pista e quando aceleram forte na reta da aquela sensação de que a curva é apenas um pequeno detalhe, tem que ter muito braço (dedo…) para controlar os bólidos e seguir direto para o pódio.

Resultados Truggy GT

Dessa vez o TQ não apareceu na foto, mas foi Juliano Serra que mandou o Top Qualify do dia na categoria Truggy GT colocando para comer poeira todos os concorrentes, mas é aquilo, nem sempre o mais rápido sobe os degraus do pódio!! Essa honra ficou com os três logo ai embaixo:

E da-lhe Truggy!!! Os três primeiro colocados da categoria colocaram o dedo no gelo logo depois mas dominaram as maquinas!! São eles: 1º Lugar Eduardo Garay / 2º Lugar Filipe Lisboa / 3º Lugar Rafael Rodrigues.

E é isso ai!! A próxima puxada sera em Barra Mansa na BM RACING.

É isso ai Nakad e Pina, os Xaras… É a chance de subir nesse pódio porque dessa vez por pouquinho não deu!! E vamos que vamos pilotos!!!!

Mais algumas fotos? Basta clicar AQUI

Um abração a todos e até a próxima!!

Categorias: Campeonatos, Off Road 1/8 | Deixe um comentário

Sucesso Absoluto: 1º Etapa Campeonato Carioca de Automodelismo AARCN 2016

Em uma fantástica pista totalmente reformada a AARCN estreou enfim com o que promete ser considerado um dos mais icônicos campeonatos estaduais, o Campeonato Carioca de Automodelismo AARCN nasce e se estabelece logo em sua primeira oportunidade com pegas em todas as categorias e disputas em todas as colocações. Inquestionável a sua qualidade e já considerada obra de arte de fato a pista que esta associação trouxe para a temporada de 2016 (sendo que desde 2008 o OUTRC acompanha a evolução deste traçado localizado no SAMS CLUB NITERÓI e que antes hospedava o Niteroiense de Automodelismo, considerado pela organização um exercício de humildade manter niteroiense, diante de tamanha qualidade logo se questionou a coragem da associação e a mesma respondeu topando o desafio) esta pista de fato era pequena demais para algo que não fosse um estadual e assim nela nasce de fato o CARIOCA DE AUTOMODELISMO, campeonato Onroad já conhecido nacionalmente e organizado pela AARCN.

Negar a necessidade de transformar o campeonato em um estadual se transformou em ato declarado de covardia, coisa que a associação não poderia (nem deveria) aceitar. O resultado se mostra logo de cara, sucesso absoluto.

Os responsáveis diretos por essa qualidade, além de logicamente toda associação desde a diretoria até seus sócios que são responsáveis pelos recursos necessários para manutenção da mesma, incluindo mensalidade do espaço que sofreu fortes reajustes e fazem com que a gestão da pista seja algo não para amadores mas para administradores de fato, enfim, além de todos esses os nomes de Adilson, Wallace e Burlet devem ser considerados, graças ao esforço deles a pista tomou forma e saiu do papel, seja com sua nova pintura, seja com o cuidado no traçado, seja a rampa elevada dos boxes e modificações no palanque, enfim, primoroso trabalho.

Na foto o campeão Leandro no papel de diretor de prova (camisa azul clara) atento ao evento mesmo nos momentos em que não estava rolando o “valendo”, fundamental.

Revelação na cronometragem, Wallace antes responsável pela “gandulagem” e auxilio a infra da pista, agora assume o computador e se torna senhor do tempo, excelente performance!

Mas agora vamos falar de campeonato!! Sim, porque apesar da pista e de toda infra ela foi simplesmente um palco para o show realizado por todos os organizadores, pilotos e espectadores com grandes pegas e surpresas nos resultados.

Categoria Formula EP:

Na imagem em primeiro plano o piloto Guilherme Borgherth com Sergio Lang e Renato Elias (Camisa azul). Preparação, ajuste e tudo que for necessário para um bom pega.

A categoria Formula teria todos os motivos de não possuir um grande impacto junto ao publico, devido a sua escala reduzida e o fato de serem EP o que não proporciona o ruído característico”, porem, fica evidente que além de grande dificuldade por não permitir erros na pilotagem, com uma grande potencia em relação a escala e o fato de serem 4×2, aliado com o fato de que pelo seu fator “escalabilidade” (precisão e realismo na criação da bolha, capacete de pilotagem, rodas pneus e etc) serem frágeis não permitindo impactos nas proteções de pista e mesmo entre eles, além de todos esses fatores que deveriam desafiar apenas os pilotos, o publico simplesmente adora os F1 correndo na pista, seja o saudoso pai da época da F1 de domingos, seja o filho menor doido para comprar um igual para começar sua carreira.

O carro do piloto Alexandre Farias tinha tudo para brilhar na etapa, mas a F1 não perdoa (nem nossas lentes), com excelente performance observe a posição dos fios… Isso seria apenas mais um detalhe no resultado final da prova.

No detalhe Claudio Lagrange (amarelo), Renato Elias (verde) e Alexandre Farias (Branco e vermelho) dando um show nos pegas e disputando posições.

Nas quatro finais disputadas, as duas primeiras foram de Renato Elias e as duas Finais de Claudio Lagrange, ambos mantendo um ritmo de 11/12 voltas na casa dos 23 segundos, Já Alexandre Farias que conseguiu ter as posições de segundo, quinto, terceiro e abandono se demonstrou com problemas e ficou fora do pódio com seu melhor tempo de volta girando na casa dos 24 segundos, melhor para Guilherme Borgerth, constante e conseguindo conquistar o terceiro lugar no pódio.

Questionado sobre vencer a pressão de Alexandre Farias na luta pelo Pódio, Guilherme Borgerth foi enfático.

Podio: 1º Renato Elias / 2º Claudio Lagrange / 3º Guilherme Borgherth

Categoria GT Elétrico:

Moendo forte em cima do logo da AARCN, Alexandre Faria desfila uma das mais bonitas bolhas da categoria.

Hoje a antiga categoria SC Onroad deu lugar a GT EP, basicamente os pilotos de EP da categoria formula fazem parte desse mesmo seleto grupo e empenhados sempre dão um show de pilotagem! Novamente Renato Elias e Claudio Lagrange foram o nome do jogo com 13 voltas e tempos girando na casa dos 21 segundos. Sergio Lang, substituindo Guilherme Borgerth no mesmo confronto na Formula EP, fez par com Alexandre Farias na luta pelo terceiro lugar, levando a melhor e garantindo seu degrau na primeira etapa.

Claudio Lagrange empenando o carro com brutal aceleração garantindo que na GT EP, Renato Elias (primeiro na disputa da F1 EP) iria dessa vez ocupar a segunda colocação.

Constelação no palanque da AARCN. Claudio Lagrange, Renato Elias e Alexandre Farias.

Quase que um resumo, Sergio Lang e Claudio Lagrange moendo na curva de rápida e Alexandre Farias aguardando na rampa suspensa dos boxes da AARCN.

Dessa vez Renato Elias não conseguiu cravar o primeiro lugar como na Formula EP e deixou para seu amigo Claudio Lagrange o direito de olhar por cima, após um breve duelo entre Sergio Lang e Alexandre Farias, Sergio Lang domina e se mantém com direito a aparecer na foto do pódio.

Podio: 1º Claudio Lagrange / 2º Renato Elias / 3º Sergio Lang

Categoria GT Nitro:

Igor Figueiredo, piloto GT NITRO prepara calmamente sem saber o bólido que vai protagonizar uma verdadeira guerra na pista. Uma prova de resistência, estratégia e muita, muita velocidade

Uma batalha, sórdida, malvada e sofrida. Caprichosamente pincelada pelo destino para relembrar algumas lições, recompensar a coragem e agitar logo de cara o campeonato de 2016. Nada, definitivamente nada esta garantido e não existe zona de conforto para nenhum piloto, se jogo de azar fosse, muitos estariam quebrados e alguns poucos ricos com o resultados de suas apostas. Essa foi a categoria GT NITRO, considerada a principal categoria do campeonato Carioca onroad 2016.

Thomas Gisler (camisa preta) e Antonio de Lemos (em pé) tranquilamente esperam o chamado para a corrida GT NITRO, assim como Igor e todos os outros não poderiam imaginar o começo de 2016

Ainda na qualificação, tudo parecia “normal” em ordem os pilotos Luciano Serra, Thomas Gisler, Igor Figueireido e Raimundo Burlet, após irem para pista conquistaram os melhores tempos e definiram a ordem de largada. Desta lista a ausência de dois nomes seriam notadas após… Renato Tano e Rodrigo Souza, o tempero usado pelo “acaso” para saltear caprichosamente o bife na frigideira da primeira etapa do carioca 2016.

Renato Tano, (camisa escura) luta com problemas no seu tanque de combustível. Mais uma peça no xadrez sem saber nada do que iria ocorrer…

O carro “06″ de Rodrigo Souza, aguarda com a responsabilidade de suportar um piloto retornando as pistas 1 ano depois e 7 anos sem nenhuma experiência em categorias NITRO.

Raimundo “Inoxidável” Burlet aguarda seu momento de ocupar sua posição no grid da final após detonar o tempo de Rodrigo Souza na Qualificação por “.200″ na ultima puxada.

No inicio da corrida logo de cara Raimundo Burlet teve problemas com seu bólido saindo atrasado e completando a volta na casa dos 55 segundos, logo seu tempo caiu para normalidade. Nesse meio tempo o piloto Antonio Lemos conseguiu completar sua volta na casa dos 28 segundos e conseguiu realizar 4 voltas, sendo a mais rápida na casa dos 25 segundos (3º volta) e a quarta em 2 minutos e 15 segundos, demonstrando problemas mecânicos logo após abandonando. Burlet seguiu em seu ritmo girando nos 23/24 segundos sem reação com o pelotão da frente.

Em 10 voltas as colocações são as seguintes: Luciano Serra em primeiro aproximadamente 10 segundos do segundo colocado Thomas Gisler formando o primeiro pelotão e se mantendo com franca vantagem afastado de Renato Tano e Nilton Carlos. Logo depois Igor Figueireido e Rodrigo Souza afastados de Nilton com 15 segundos e Burlet com quase 58 segundos atrás de Rodrigo Souza. Nesta etapa a franca vantagem de Luciano Serra contrasta com o embate feroz de Thomas, Tano e Nilton, alem disso, 15 segundos abaixo, Igor e Rodrigo protagonizam uma guerra de nervos.

Durante um bom tempo Luciano Serra e Thomas Gisler combateram duramente para defender as primeiras colocações do certame.

Após mais 20 voltas, com Raimundo Burlet abandonando chegamos a 33º volta com Luciano Serra em primeiro, Thomas Gisler em segundo derrubando a diferença para 4 segundos, acompanhado de Renato Tano 13 segundos afastado, fechando o primeiro grupo. Nilton Carlos em quarto, distante aproximadamente 49 segundos dos lideres fica em posição isolada do grupo já que apenas 12 segundos após chega Rodrigo Souza em quinto com Igor Figueireido em sexto 10 segundos atrás.

Nilton Carlos, perde performance e se afasta do pelotão da frente ao longo da prova se isolando em uma posição intermediaria.

Chegando a 30 voltas após o ultimo cenário Renato Tano enfim conquista a primeira colocação afastado 46 segundos aproximadamente de Luciano Serra, quase 1:20 minutos atrás Rodrigo Souza continua sendo implacavelmente perseguido por Igor Figueireido que se mantém afastado por 12 segundos e fechando o pelotão dos fundos Nilton Carlos com uma diferença de 1:05 minutos para Igor e Thomas Gisler mais de 4 minutos de diferença para Nilton.

Apenas 8 voltas depois, tudo parece decidido enfim. Nessa Round Nilton Carlos e Thomas fora da disputa garantido respectivamente o quinto e sexto lugares , Renato Tano continua em sua primeira posição com mais de 2 minutos para Luciano Serra, Rodrigo Souza com 26 segundos para Luciano Serra sente o bafo de Igor Figueireido se aproximando com 6 segundos a menos em uma épica recuperação, um tudo ou nada, porem… Enfim, a decisão se completa com Igor ficando em quarto.

É oficial, Renato Tano em primeiro, Luciano Serra em Segundo e Rodrigo Souza em terceiro. O azarão Rodrigo Souza, diretor de provas de 2015 que declaradamente almejava completar apenas a prova sem quebras no bólido, consegue formar o primeiro pódio GT NITRO do Campeonato Carioca AARCN 2016.

Pódio: 1º Renato Tano / 2º Luciano Serra / 3º Rodrigo Souza

Categoria OPEN Nitro:

Representante clássica do automodelismo nitro a categoria OPEN na escala 1/10 carrega a responsabilidade de manter os bons e velhos sedans nitro rodando.

Remanescente dos primórdios da AARCN a categoria OPEN NITRO anda forte, muito forte mesmo e mostra que tanto seus bólidos como pilotos e mecânicos estão afiados. Para efeito de comparação o tempo médio de um carro OPEN NITRO chega a ser 2 segundos mais baixo que um GT NITRO o que proporciona muito mais voltas e um desgaste tremendo. Outra importante parte é a manutenção, quase que obsessiva, para manter esses foguetes terrestres afiados para o combate.

E nessa primeira etapa do campeonato carioca de automodelismo onroad da AARCN não faltou combate do inicio ao fim com 3 grandes pilotos especificamente: Silvio Andrade, Luis Vinicius e Andre Mokado. Todos embolados sejam na qualificação como na hora de colocar os carros para moer na final. Silvio cravou o final com apenas 1 segundo na frente de Luis Vinicius e Mokado agarrado por 4 segundos apenas!! Fernando Oliveira terminou em quarto e logo a seguir Antonio Lemos que completou assim o grid da OPEN NITRO.

Insanos!! O pega mais apertado do dia ocorreu na categoria Open Nitro entre os pilotos: 1º Silvio Andrade / 2º Luis Vinicius / 3º André Mokado

E foi assim!! Mais fotos? Resultados completos? Confira os links abaixo e lembre-se!!! Tem mais pega confirmado para o dia 13/03/2016!! E o bicho vai pegar!!!

Álbum fotos Facebook OutRC: 1º Etapa do Carioca de Automodelismo AARCN 2016
Resultados Oficiais by Myrcm: 1ª Etapa Campeonato Carioca On-Road AARCN – 2016 / RESULTADOS

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário

Premiação Campeonato Niteroiense 2015 e o novo Campeonato Carioca 2016

Durante anos o Campeonato Niteroiense AARCN foi indiscutivelmente um dos mais competentes e bem organizados campeonatos do estado do Rio de Janeiro. A pista da AARCN localizada no SAMS CLUB Niterói é de longe reconhecida e festejada por outras grandes associações em todo Brasil, com toda certeza, podemos afirmar que os pilotos onroad que elegeram a pista de Niterói como sua casa acumulam milhas e mais milhas de viagens competindo e representando o estado em diferentes locais espalhados pelo Brasil.

Grandes pilotos de diferentes estados competem na pista da AARCN que conta com infra de ponta para suporte ao campeonato

Então com todos esses predicados, porque manter como sendo Campeonato Niteroiense se o correto por mérito (comprovado por farta documentação) na verdade representava o principal campeonato onroad do estado do Rio de Janeiro na principal pista onroad do estado? Uma pista e organização capaz de sediar por exemplo a 3º Etapa do Campeonato Carioca 2013 com excelente resultado e abrir portas para o reconhecimento nacional e até internacional já que o campeonato e pista já foram citados em publicações gringas?

Finalmente o diretor técnico Nilton Carlos (De curriculum invejável com passagens na mítica Rodeo Drive, Jungle Drive entre outras) sugere e é atendido pela diretoria da AARCN, nasce o Campeonato Carioca Onroad.

Enfim, deixamos claro em publicações aqui mesmo no Blog e até mesmo em nosso antigo fórum (em 2012) que o campeonato deveria ser CARIOCA, mas seja por uma decisão baseada em saudosismo pelo nome, seja por uma postura “humilde” somente agora aonde os fatos e ações já o declaram como CARIOCA a direção resolveu concordar e acatar. Já não era sem tempo!!

Na premiação do Campeonato Niteroiense a alegria rolou solta com muitos convidados, churrasco e bebida gelada.

Mas vamos “finalizar” o Campeonato Niteroiense 2015!! Em uma bela festa com direito a churrasco e muita diversão patrocinada pela AARCN os pilotos premiados de 2015 compareceram apesar de uma chuva torrencial que caiu no incio da manhã, quem apareceu foi recompensado! Logo a chuva passou, o calor apareceu e a equipe da AARCN secou a pista, deixando caminho livre para muita moeção e treino já pensando em 2016!!

Como sempre galera do OUTRC parceiro de longa data da AARCN presente e prontos para a temporada 2016.

Vamos as colocações gerais do campeonato! (Lembrando que a mesma se encontra disponível desde 16/12/2015 no Blog Oficial da AARCN: http://aarcnoficial.blogspot.com.br/)

COLOCAÇÃO GERAL 2015

CATEGORIA PRO12

1º Lugar: Luiz Vinicius ‘VINI’ / 2º Lugar: Rafael Alvez / 3º Lugar:
Silvio Mendes

CATEGORIA OPEN

1º Lugar: André Mokado / 2º Lugar: Nilton Carlos / 3º Lugar: Silvio Mendes

SHORT COURSE

1º Lugar: Cláudio Lagrange / 2º Lugar: Alexandre Mello ‘Psyco’ / 3º Lugar: Renato Elias

CATEGORIA FORMULA

1º Lugar: Renato Elias / 2º Lugar: Cláudio Lagrange / 3º Lugar: Átila Cardinal

CATEGORIA NITRO GT

1º Lugar: Luciano Serra ‘Fofura’ / 2º Lugar: Luciano de Burlet ‘Burlet’ / 3º Lugar: Igor Figueiredo ‘Lera’

E é isso ai!! Terminou! Este foi o ultimo Campeonato Niteroiense de Automodelismo Radio Controlado que se despede com uma temporada de sucesso e que de forma inequívoca transformou para sempre a cara do automodelismo não só do Rio de Janeiro como do Brasil.

Quer curtir mais algumas fotos? Confira em nosso álbum do Facebook!! Clique abaixo.

PREMIAÇÃO CAMPEONATO NITEROIENSE 2015 – FOTOS (FB)

Categorias: Campeonatos, Pistas | Deixe um comentário

Reedy Outdoor Off-Road Race of Champions 2015: Associated domina com os pilotos Rivkin e Jake Mayo

Algumas surpresas rolaram na edição da Reedy Outdoor Off-Road Race of Champions 2015. Nas Open 4WD Buggy, Open 2WD buggy and Open Stadium Truck o atual campeão 2WD Spencer Rivkin (Team Associated) foi quem levou o primeiro lugar após uma batalha contra o TQ Drew Moller (HB/HPI Racing) que se manteve soberano nas A1 e A2 mas não conseguiu se manter até o final em um dramático confronto. A Stadium Truck Open não foi assim tão dramática com Mayo colocando alem dos TQs dominando todas as finais.

De qualquer maneira, o evento rolou com um clima muito bom entre os participantes com muita lama voando de rodas girando furiosamente como nos bons velhos tempos. O numero de inscritos não foi nenhum record com 120 inscrições (repare que se fosse um evento no Brasil o pessoal tava até fazendo novena em agradecimento com 120 inscritos…) mas demonstra que algo novo (apesar de velho) esta por vir, já que com a onda de pistas Indoor que praticamente parecem vias pavimentadas (Clay) mesmo no Offroad as boas e velhas pistas outdoor com barro (dirty) ainda dão um frescor em toda essa novidade…

O piloto local, Jake Mayo usou todo seu conhecimento no traçado para vencer a categoria Open Stadium Truck com relativa facilidade.

Jake Mayo da Team Associated fez muita gente torcer a cabeça apreciando sua pericia.

O atual campeão mundial na categoria 2WD Spencer Rivkin usou sua experiencia para levar a categoria Open 4WD buggy mesmo não sendo o TQ.

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário

Copa Rio x São Paulo de Automodelismo RC 2015 – O Bicho vai pegar em um dos mais aguardados eventos de RC.

12241229_1084432351567353_8798829043379798091_n

A pista da AARCN – Associação de Automodelismo Radio Controlado de Niterói mal esfriou o asfalto da 9º Etapa do Campeonato Niteroiense de Automodelismo 2015 e já esta se preparando para receber um evento histórico, pela primeira vez um campeonato exclusivo para carros GT 1/8 (ainda assim algumas categorias foram convidadas para fazer parte da festa).

No dia 06/12/2015 em uma final de 45 minutos os principais nomes do GT 1/8 do Rio de Janeiro e São Paulo irão se encontrar na pista da AARCN localizada no SAMS CLUB/NITERÓI para disputar o direito de grafar seu nome no épico trofeu itinerante e fazer parte da historia da categoria, alem de grafar seu nome no trofeu do campeonato (1º colocado) todos os que subirem ao pódio são premiados, alem disso, serão sorteadas 3 super bolhas GT entre todos os inscritos.

A pista estará aberta a partir de sexta-feira dia 04 até o dia do evento (06/12) para treinos e ajustes que se façam necessários, todos os carros precisam estar perfeitos e por isso a AARCN irá disponibilizar alem da pista todas as condições para testes, treinos e afins sempre acompanhado da equipe de infraestrutura atenta para qualquer problema.

As inscrições estão abertas!! R$ 150,00 reais é o investimento com direito a um belo churrasco no domingo para não se preocupar com comida (bebidas a venda no local).

Não perca!

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário

NOVO TLR 8IGHT 4.0 NITRO BUGGY RACE KIT

O TLR 8IGHT 4.0 NITRO não tem exatamente um novo design na verdade é um refinamento, um upgrade, update de sua versão permitindo uma direção mais afiada e durabilidade maior do conjunto. O novo conjunto motor do 4.0 nitro permite maior força de tração para o eixo dianteiro tornando mais fácil diminuir o tempo de volta mesmo em pistas mais fechadas, alem disso você pode conferir outros upgrades abaixo (inglês):

* Ball bearing throttle and brake actuators
* Improved suspension geometry
* Larger engine mounts
* Adjustable front spindle height
* Center dog bone boots
* New bleeder shock caps

Você pode em terras gringas por $619 dolares ter um para chamar de seu, mas não esqueça do código do produto que é #TLR04003 e fique ligado porque ele deve estar sendo lançado comercialmente agora no final de novembro.

Categorias: Lançamentos | Deixe um comentário

9º Etapa Campeonato Niteroiense de Automobilismo R/C 2015

Em mais uma sensacional etapa com muitas disputas e pegas a AARCN – Associação de Automodelismo Radio Controlado de Niterói mostra mais uma vez porque tornou a pista localizada no SAMS CLUB não apenas a principal pista onroad do estado do Rio de Janeiro mas sim uma das principais pistas do Brasil. Apesar de um domingo previsto de chuvas e um sábado que protagonizou um temporal a associação em nenhum momento cogitou cancelar o evento e muito menos deixou para Deus a decisão, desde muito cedo colocou todo seu empenho para preparar a pista, adequar cronograma e realizar uma ótima etapa.

Insistente e eficaz, Adilson, um dos grandes diferenciais da pista do SAMS CLUB junto com sua equipe conseguiu preparar tudo para que a etapa fosse realizada.

Muitas folhas e detritos devido a chuva do dia anterior (e na própria madrugada de domingo) exigiram braço e raça alem de colocar a prova a competência da equipe da AARCN.

Após os desafios vencidos contra o clima, pista pronta e o ok da direção de prova, foi hora de colocar os bólidos no chão e provar que alem de excelente pista os melhores pilotos estão presentes. O evento transcorreu com um bom cronograma, sem maiores ressalvas e equiparado as outras etapas, com muita emoção nas disputas de posição e apesar disso cordialidade e clara satisfação de seus participantes.

Cordialidade e respeito, marca e característica principal do ambiente que se tornou a pista do SAMS CLUB e os campeonatos e eventos da AARCN.

Entretanto, como marca do OUTRC a imparcialidade se faz presente, alem disso apesar de parceiros sabemos que sem nenhuma anotação as melhorias não podem ser realizadas, diante do fato alguns pontos precisam de ajuste e conforme levantamos os mesmos serão corrigidos para o próximo evento da pista e logicamente mantidos para o ano de 2016. Vamos aos pontos que a AARCN deve levar como dever de casa:

PUBLICO PRESENTE:

É inevitável, faz parte e a associação vai precisar lidar com essa nova demanda. Devido a adição de um bom sistema de som e uso de um narrador para os eventos a emoção fica garantida, se torna a cada dia um diferencial. A linguagem simples, indicação das posições para quem esteja de fora possa acompanhar e tudo mais, atrai de longe as pessoas do entorno da pista para assistirem aos pegas, por mais esforço que a AARCN coloque dentro da pista, seja em infra, equipe de apoio e tudo mais, definitivamente 2016 sinaliza que o trabalho não irá acabar por ai, um dos deveres de casa é o suporte ao publico por meio de um espaço destinado ao mesmo.

A quantidade de pessoas que começam a encarar o esporte como digno de assistir aumenta a cada dia na pista do SAMS CLUB.

Mesmo sem um local definido e no meio dos carros, muitas vezes debaixo de sol forte ou chuva fina o publico é resultado da qualidade dos eventos realizados pela AARCN.

Qualquer espacinho de proteção, mesmo que seja junto aos repositores é valorizado e disputado.

CRONOMETRAGEM:

Apesar do esforço a equipe de crono não conseguiu evitar dois cancelamentos de largada e alguns erros nos sensores. Um ponto que precisa ser melhorado.

A AARCN possui um site para inscrições aberto com grande antecedência, um sistema de primeiro mundo, uma infraestutura impar e mesmo assim vem apresentando algumas falhas ao longo do dia que são rapidamente sanadas, mas ainda assim… Falhas. Nada que definitivamente não possa ser resolvido com uma reunião de toda equipe, revisão de algumas configurações seja no equipamento de crono quanto no software e revisão de algumas metodologias. O sistema de som também precisa de alguns ajustes mas nada de absurdo. A direção da AARCN garante que todos os detalhes estarão ok para o próximo evento e para o ano de 2016.

Pequenos detalhes relatados, vamos ao que interessa!! Aos resultados e pódio de cada categoria!!

GT 1/8 NITRO:

Em mais uma épica performance, Luciano Serra leva o primeiro lugar na categoria GT NITRO acompanhado por dois outros brilhantes pilotos: Cabete em Segundo e Burlet (Inoxidável) completando o pódio.

1o Luciano Serra
2o Ricardo Cabete
3o Raimundo Burlet

GT 1/8 EP:

Atila Cardinal esta protagonizando um momento único, uma quebra de paradigma desafiando o melhor piloto NITRO da categoria GT para um embate mano a mano de 30 minutos com direito a troca de baterias. Em primeiro em sua categoria, muito bem acompanhado por Lang em segundo e Elias em terceiro que foi um guerreiro tentando ressuscitar seu GT EP após um severo curto no ESC.

1o Atila Cardinal
2o Sergio Lang
3o Renato Elias

FORMULA EP:

Não, não se trata de imagem repetida!! Atila Cardinal em primeiro acompanhado de seu colega de pódio da categoria GT EP, Renato Elias e completando as primeiras colocações Lagrange!

1o Atila Cardinal
2o Renato Elias
3o Claudio Lagrange

OPEN NITRO:

Clássicos são os clássicos! Mesmo com toda festa em torno da nova categoria GT… Mokado, Nilton e Cabete protagonizaram um excelente pega na pista!!

1o Andre Mokado
2o Nilton Carlos
3o Ricardo Cabete

SC ONROAD:

Claudio Lagrange com seu imbatível SC ONROAD e direção precisa e afiada com Renato Elias em segundo lutando com um kit 2S de bateria e Alexandre Psycho completando o grid!!

1o Claudio Lagrange
2o Renato Elias
3o Alexandre Faria

Confira o álbum completo (FB) clicando AQUI

Resultados e boletins informativos no BLOG da AARCN: AARCN BLOG OFICIAL

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário

Novo motor OS Speed R2102 Onroad 1/8

Por um breve momento chega a dar pena de colocar o motor no bólido e sair por ai com o giro berrando nas alturas (como deve ser…) mas logo isso passa e só fica os atributos do novo motor da OS, o R2102 para carros 1/8 Onroad. Já adiantamos de cara que o motivo não é nobre!! A objetivo da OS é simplesmente dominar novamente os campeonatos mundiais com isso remodelando o R2101.

O R2102 foi desenhado para literalmente entregar toda performance necessária para os competidores de categorias 1/8 Onroad, simples assim. Logico que podemos dizer que virtualmente TUDO no R2102 passou por um processo de “tuning” (não esse de aparências, o visando performance a todo custo) mas mantendo todas as caracteriticas campeãs de sua versão anterior, o R2101.

Ahh importante!! Em terras gringas você consegue seu novo amigo por U$ 449.99 dólares!

Abaixo as especificações e outras informações legais de saber (inglês):

Features:
Center of gravity is 3 mm lower, for better handling
A second inner button head allows for finer tuning to meet track conditions
New ceramic rear bearing reduces friction loss
Sharp new laser graphics
Compatible with 16% nitro fuel, which complies with EFRA regulations
Retains Speed innovations such as DLC coating and tungsten weighted crank shaft
Specs:
Displacement: .213 cu in (3.49 cc)
Bore: .633 in (16.08 mm)
Stroke: .677 in (17.2 mm)
Practical RPM: 4,000-45,000
Power Output: 2.8 ps/2.76 hp @ 33,000 rpm
Weight: 11.99 oz (340 g)

Categorias: Lançamentos | Deixe um comentário

Implosão no paraíso: Os EUA e outros países desenvolvidos enfrentam o temido dia da BOLHA RADIO CONTROLADA.

warehouse 3 racing

Localizada no Arizona a Warehouse 3 Racing possui um resultado de 4.6 estrelas em um total de 5 em um dos mais criteriosos rankings de qualidade. Sua infra estrutura indoor simplesmente permite o cumprimento de 97% de qualquer calendário de competição marcado para a pista. Lojas, lanchonetes e tudo mais estão disponíveis alem de impecável equipamento de crono e suporte aos eventos.

Mas mesmo assim, ela vai fechar.

Neste domingo o proprietário da Warehouse 3 Racing Jim Chaney simplesmente informou via Facebook que a pista sera fechada em 31 de Outubro de 2015, se você tiver a chance corra e veja ao vivo o resultado do que podemos chamar de BOLHA RADIO CONTROLADA. Mas qual o motivo dessa tragedia? De acordo com Jim Chaney o motivo é bem claro:

Well friends I hate to say it but….Warehouse 3 will be closing its doors for the last time on Saturday, Oct. 31st.Business has been too slow for too long, race entries are down, and it’s just not enough to keep this show going any longer.

Não entendeu? Explicamos resumidamente!! Simplesmente falta de publico. “Mas como diabos falta de publico em uma pista definitiva?! Com infra perfeita, lojas e etc? Como assim em um local em que eu nem preciso de peças estocadas caso meu carro quebre? Basta ir no balcão e pedir o que quiser? COMO ASSIM ESSA PISTA IRÁ FECHAR!?” você pode estar se perguntando… Mas vai fechar e esta se tornando comum, acredite.

A explicação é simples, hoje todos são promotores de eventos em pistas temporárias, hoje em um mundo lotado de pilotos patrocinados mesmo sem nenhum resultado expressivo cada vez mais esta difícil de se encontrar pistas que se encaixem nas exigências dos patrocinadores. Infelizmente esse cenário não é novo e já condenou a derrocada muitos empreendimentos menores, entretanto agora chegou a vez dos grandes.

Cada vez mais os ambientes familiares dão espaço a pura e simples competição de marcas

A maior ameaça no entanto não gira em torno das pessoas e sim das marcas e estrategias, patrocinando e apoiando pilotos as marcas conseguem sem custo expressivo marcar território e por isso hoje o patrocínio não tem haver com competência e sim na sua grande maioria com influencia. Logico que é necessário ser no minimo um bom piloto de radio controlados, mas o ponto fundamental é ser um bom piloto, adaptável a outros bólidos e escalas, estar disponível para viagens e afins e ter de certa forma influencia no mercado local de RC.

As empresas apoiam a combatividade, a competição e renegam o simples “praticar RC” porque praticar não requer peças, novos upgrades, combustível, gastos. Isso impacta e afasta imediatamente os que não são “TOP” e concentra na mão de poucos “profissionais” a direção da pista já que eles para “realizar sua arte” opinam sobre infra estrutura e tudo mais, os gastos das pistas sobem com as modificações porque o patrocinador disse que é assim que os profissionais correm e os praticantes foram embora e não tem dinheiro para manter a pista…

Geralmente o piloto mais rápido da pista ou com resultados expressivos ganha um patrocínio e a partir dai só é visto em posters/banners de propaganda, aparecer? Ocupado demais.

É um ciclo, uma bolha que desde 2011 vem sendo alimentada e bem cuidada. Em um mundo globalizado um fabricante no JAPÃO pode decretar o fim não de uma pista, mas de uma forma de ser gerir a pratica do RC em um pais considerado forte como os EUA.

A solução definitivamente não esta em parar de patrocinar o esporte e sim no foco do patrocínio, as pessoas, os indivíduos não podem simplesmente serem cooptados um a um e criar diferenças dentro da própria pista local que os ajudaram a “aparecer” porque não PATROCINAR A PISTA, o celeireiro de campeões? Porque não disponibilizar material, não disponibilizar apoio para eventos? Provas e etc? Porque não estar inserido JUNTO AOS PRATICANTES como um todo e não apenas em um individuo? Individuo esse que teria folego para 10 anos de RC mas diante das cobranças e de todo esforço para se manter na ponta se limita a poucos anos… Se isso!

Essa é a bolha… Crescendo e bem cuidada em grande parte pelos patrocinadores que são essencialmente quem mais precisam vender peças e que dinamitando pistas uma atrás das outras trocam diversos consumidores por 3 ou 4 deles, sem entender que os “TOP” logo se desgastarão e precisarão de reposição, mas sem pista, sem praticantes isso não estará disponível e sempre iremos reduzir a qualidade, um ponto por vez até que não reste mais nada alem de pilotos de carro de brinquedo correndo uma vez a cada dois meses no quintal de casa.

AQUI NO BRASIL OS DESAFIOS SÃO OUTROS… Alem do dólar caro e de pelo menos uns 2 anos sendo certo o aperto que qualquer hobby baseado em importação irá passar nosso problema não são os patrocinadores ainda e sim a cultura do “É de grátis” ou “Quase nada” impelida por iniciativas análogas ao que vemos no governo aonde iniciativa privada e pistas de grande qualidade passam aperto em detrimento a iniciativas temporárias e descompromissadas em uma desleal concorrência que sempre resultam na mesma coisa… Pistas sérias fechando, E os oásis se revelando miragens com praticantes culpando a todos, menos a si próprios.

Mas isso é assunto para o próximo bate papo!

Categorias: Noticias | Deixe um comentário

Copa Ponta Negra Mini-Z marca a nova fase da escala 1:27 no Rio de Janeiro

No dia 24 de Outubro de 2015 em uma pacata garagem em algum ponto da Barra da Tijuca um novo momento na escala 1:27 ocorria na Copa Ponta Negra Mini-Z 2015, evento organizado por Alexandre Psycho com o objetivo de ensaiar o agora já confirmado campeonato utilizando os bólidos em escala 1:27, diversos desses carros já foram adquiridos e muitos já estão confirmados para o certame de 2016.

Pista Original Kyosho (Usando 1 modulo e meio). Belo começo na iniciativa 1:27 Mini-Z.

Com apoio de Almério Barros e Douglas Duarte além de outros novos companheiros com vasta experiência na escala e disponibilização da pista com diversos módulos originais da Kyosho o evento também contou com algumas experiências na questão da cronometragem que logicamente é essencial para qualquer prova.

Atila Cardinal acompanhando a cronometragem ainda prototipo e sofrendo alguns ajustes mas já capaz de computar voltas de diferentes carros.

Para quem ainda não conhece ou não entende precisamos deixar algumas coisas bem claras em relação a categoria, a primeira dela é que Mini-Z é marca registrada da Kyosho para sua linha da escala 1:27, existem outros modelos de mesma escala de outros fabricantes, entretanto com a enorme fama e sucesso que a escala fez na Kyosho acabou se tornando normal denominar “Mini-Z” qualquer carro de escala 1:27. Uma das marcas da Kyosho é que suas bolhas são tão realistas, mas tão realistas que algumas pessoas nem possuem o carro completo, apenas uma base com rodas e coloca a bolha (Bodie) em cima para expor além disso o numero de configurações e setup com centenas e centenas de combinações deixam muitos carros de maior escala com inveja.

Os modelos Kyosho Sport MR03 dominam a cena e são os preferidos para 2016.

Ainda não foram definidas as categorias para 2016 mas tudo aponta para liberação apenas de uma categoria Stock com modificações de pneus, adição de rolamentos e etc mantendo o embate o mais igual e acessível financeiramente possível, o resto é treinar e ter muito dedo para segurar os pequenos na pista.

Os pilotos Paulo Prata, Guilherme Borgheth, Almério, Alexandre Pyscho, Erik, Átila e a pequena mascote Victoria posam para a foto oficial do evento.

Mas mesmo sendo um evento teste não poderíamos deixar de fora os resultados!! Nesse certame de testes tivemos ai o piloto Almério cravando o primeiro lugar e levando para casa (na falta de um trofeu oficial) o primeiro premio uma deliciosa caixa de camarão empanado da Ponta Negra!!

Almério cravando a primeira colocação nos pegas experimentais com a crono e levando a janta para casa!

Uma das funções que esta bombando certinho na pista é a medição de tempo de volta individual, tanto que junto com os peguinhas realizamos as HOTLAPS e abaixo os resultados oficiais:

Ainda no estilo “pegas de rua” no melhor improviso lápis e papel, os tempos de volta atuais.

Essa deveria ser a foto final de festa… Mas o negocio foi tão bom que voltamos e continuamos até depois de anoitecer.

Enfim já tem evento marcado para ainda esse ano antes da rodada de 2016, se você curte a escala 1:27 e tem interesse em aprender, fique ligado aqui no OUTRC que vão sempre pipocar noticias, eventos e principalmente eventos!!!

Ainda com gostinho de quero mais? Confira mais algumas fotos no FB do OUTRC!!

FOTOS FB Copa Ponta Negra Mini-Z 2015

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário