TAMIYA ACURA NSX TT-02 KIT

Esta chegando pela Tamiya o Acura NSX TT-02 Kit. O NSX escala real tem causado muito boa impressão no mundo dos carros devido a sua aparência super agressiva e avançada tecnologia, logo você poderá ao menos pilotar a escala 1/10 dele graças a Tamiya. A belíssima bolha do NSX repousa tranquilamente em um confiável e fácil de montar chassis TT-02.

Abaixo as características (Inglês):

* 4 wheel drive
* Easy to build
* Gear diffs
* Clear body
* Friction shocks

Tem previsão de chegar ao mercado por U$ 99.00 dólares com o numero de produto #58634 e chegando ao mercado norte americano no final deste mês.

Categorias: Lançamentos | Deixe um comentário

Bashing na veia com o Armma Nero

Para a galera que curte o RC puro e aquele contato prolongado com a natureza sem aquele papo de integração e sim desafiando os elementos, fica a dica de um fiel companheiro… Armma Nero esta ai para auxiliar a você nessa jornada. Estamos falando do que pode ser um dos mais poderosos monster trucks já produzidos com mais força do que você certamente pode controlar se desafiar o gatilho do seu TX ao limite. Contra o torque colossal e instantâneo alimentado por um array 6S Lipo você conta com 3 diferenciais independentes, blocáveis, feito de metal algo diferente disso amigo e seria game over na primeira acelerada.

Categorias: Elétricos, Noticias | Deixe um comentário

Novo Trinity REVtech 24k 25.5 voltas com rotor incluso já disponível para compra.

Em fevereiro deste ano a Trinity anunciou que estava desenvolvendo um upgrade para o REVTECH 24K para que o mesmo se adequasse as regras da ROAR para categoria Vintage Trans AM. Hoje a Trinity anunciou que o motor já pode ser adquirido com o rotor desenvolvido.

A Revisão REV1804 é compatível com a especificação 25.5 VTA e como esta criteriosamente dentro do regulamento será citado nominalmente muito em breve na lista da ROAR.

Categorias: Elétricos, Noticias | Deixe um comentário

HOT BODIES oficialmente se torna HB RACING

Acaba de ser liberado o comunicado oficial de que a Hot Bodies será chamada agora de HB RACING. Recentemente a HB RACING foi adquirida por uma empresa de nome Neidhart S.A muito conhecida por seus produtos Orion e Nvision. HB RACING tambem ganhou um novo website que pode ser conferido AQUI

Categorias: Noticias | Deixe um comentário

NOVAK – “O Fim de uma era”. Tradicional fornecedora RC fecha as portas.

O circo dos radio controlados esta menos alegre, após décadas a NOVAK encerra suas operações finalizando assim uma jornada maior até mesmo do que a experiencia em anos de muitos de nós no mundo do automodelismo. Foram 38 anos reconhecida como uma das melhores marcas dos RC e considerada pedra principal em grandes viradas de tecnologia como a mudança de ESCs mecânicos para eletrônicos. Incontáveis produtos focando não só a resistência como também a performance em motores Brushed, Brushless, ESCS com telemetria e etc, sempre com sua inconfundível cor laranja.

Abaixo o comunicado oficial da empresa:

“Desde 1978, NOVAK tem o orgulho de ser parte da industria dos radio controlados, desenhando e fabricando produtos inovadores para o mercado assim como o moderno ESC “solid state” para carros radio controlados em 1983 (NESC-1) e o primeiro combo Brushless com motor e ESC (Super Sport Brushless System). Nossos clientes, parceiros comerciais e todos os amigos que formamos na industria fizeram nos sentir não “trabalhando” mas vivendo uma arrebatadora paixão.

Primeiro ESC “não mecânico” lançado pela NOVAK

Hoje anunciamos que decidimos finalizar nossas operações de forma efetiva. Esta decisão foi muito difícil de ser tomada, já que trata-se de um negocio familiar que engloba duas gerações. Somos orgulhosos por fabricarmos durante 38 anos e esperamos ter deixando um bom legado para a industria, 20 Campeonatos Mundiais IFMAR e incontáveis campeonatos ROAR e de Clubes foram vencidos com produtos NOVAK ao longo dos anos e gostaríamos de agradecer a nossos consumidores e organizações por acreditarem em nosso trabalho e entusiasmo pelo hobby.

“Combo Brushless Novak”

Mais que um adeus, desejamos agradecer a você. Obrigado por nos permitir ser parte desse incrível hobby e sua industria.

Bob Novak, Laura Novak e Linda Novak”

Categorias: Noticias | Deixe um comentário

COMBOS REEDY BLACKBOX 1000Z+ ESC / SONIC 540-M3

Foi recentemente anunciado pela Reedy os cinco novos Combos Brushless Blackbox 1000z+ ESC PLUS Sonic 540-M3. O ESC BlackBOX é econômico e fácil de configurar enquanto o motor Brushless SONIC 540-M3 é fabricado com alta tecnologia CNC de produção e soldas “heavy duty, podendo utilizar de 8.5 a 6.5 voltas e encontra-se disponível no mercado gringo desde já. O preço estimado para o COMBO é de $209.00 dólares.

Categorias: Elétricos, Lançamentos | Deixe um comentário

Novo motor nitro Offroad 3.5cc RC Concept MC5R

RC Concept acaba de introduzir o novo motor MC5R, após 5 meses de testes intensivos com os pilotos da equipe, Reno Savoya e Lee Martin esta empresa de bandeira francesa acredita ter desenhado o sonho de consumo para qualquer piloto que espera de um motor a performance e precisão esperada para os mais rigorosos desafios na pista. Entre as diversas vantagens estão a precisão no ajuste e melhora do consumo gerando um maior runtime. Com Reno Savoya em um rápido teste o motor chegou em 6º no IFMAR Worlds Warm Up em Las Vegas.

Novo carburador, com melhor ajuste em médio regimes; Nova camisa privilegiando torque e melhor eficiência; Nova espoleta com melhor assentamento da vela com melhor dissipação para o cooler e rolamentos de cerâmica completam o pacote.

Categorias: Lançamentos | Deixe um comentário

TRF419X, O Kit da Tamiya para pilotos de ponta

Esta é uma versão atualizada do matador kit 4WD por correias TRF419. Utilizando o layout double deck do TRF419 este kit trás diversas modificações em design e materiais utilizados em seus componentes como por exemplo plate superior e inferior mais leves ainda em fibra de carbono (mais finos), bulkheads, suportes de motor e de servos todos redesenhados e um novo range de setup da suspensão que aumenta ainda mais a capacidade de manobra do bólido.

Categorias: Elétricos, Lançamentos | Deixe um comentário

1º Etapa do Campeonato Carioca de Automodelismo Offroad 2016 – ACM

No ultimo domingo (06/03/16) rolou a abertura do Campeonato Carioca de Automodelismo Offroad 2016 organizado pela ACM sendo essa etapa realizada na pista da AMA/RJ. Logicamente muita poeira, adrenalina e velocidade marcaram o ritmo de domingo nas categorias Buggy e Truggy.

Alem da poeira e muita adrenalina não podemos deixar de acrescentar, calor… muito calor. Mas os veteranos não deixam por menos e vão preparados…

Enquanto alguns dão um trato no bólido fica evidente que outros preferem dar um trato no sono atrasado.

O piloto Thomas Gisler que também corre na temporada do Carioca Onroad AARCN estava presente e cravou um pódio, fominha não?

E vamos aos resultados!!

CATEGORIA BUGGY GT

Não se assuste!! Na categoria Buggy GT, Nando Lima levou todo o acrílico disponível cravando o TQ e também o primeiro lugar.

Resultado da categoria Buggy GT

E no pódio ficaram Nando Lima, Hernan Uner e Thomas Gisler que andaram muito a ponto de deixar o mito, a lenda o imbatível (mas que dessa vez não deu) Rodrigo Nakad, que já andou dando uns coros bonitos no pessoal de GT Onroad, fora do pódio.

Se não é um pódio bonito, pelo menos é com certeza muito competente!! 1º Lugar Nando Lima (TQ) / 2º Lugar Hernan Uner / 3º Lugar Thomas Gisler.

CATEGORIA TRUGGY GT

Os monstros, os gigantes e os preferidos da galera mais experiente. Os truggys definitivamente parecem competir pelo espaço até mesmo com a própria pista e quando aceleram forte na reta da aquela sensação de que a curva é apenas um pequeno detalhe, tem que ter muito braço (dedo…) para controlar os bólidos e seguir direto para o pódio.

Resultados Truggy GT

Dessa vez o TQ não apareceu na foto, mas foi Juliano Serra que mandou o Top Qualify do dia na categoria Truggy GT colocando para comer poeira todos os concorrentes, mas é aquilo, nem sempre o mais rápido sobe os degraus do pódio!! Essa honra ficou com os três logo ai embaixo:

E da-lhe Truggy!!! Os três primeiro colocados da categoria colocaram o dedo no gelo logo depois mas dominaram as maquinas!! São eles: 1º Lugar Eduardo Garay / 2º Lugar Filipe Lisboa / 3º Lugar Rafael Rodrigues.

E é isso ai!! A próxima puxada sera em Barra Mansa na BM RACING.

É isso ai Nakad e Pina, os Xaras… É a chance de subir nesse pódio porque dessa vez por pouquinho não deu!! E vamos que vamos pilotos!!!!

Mais algumas fotos? Basta clicar AQUI

Um abração a todos e até a próxima!!

Categorias: Campeonatos, Off Road 1/8 | Deixe um comentário

Sucesso Absoluto: 1º Etapa Campeonato Carioca de Automodelismo AARCN 2016

Em uma fantástica pista totalmente reformada a AARCN estreou enfim com o que promete ser considerado um dos mais icônicos campeonatos estaduais, o Campeonato Carioca de Automodelismo AARCN nasce e se estabelece logo em sua primeira oportunidade com pegas em todas as categorias e disputas em todas as colocações. Inquestionável a sua qualidade e já considerada obra de arte de fato a pista que esta associação trouxe para a temporada de 2016 (sendo que desde 2008 o OUTRC acompanha a evolução deste traçado localizado no SAMS CLUB NITERÓI e que antes hospedava o Niteroiense de Automodelismo, considerado pela organização um exercício de humildade manter niteroiense, diante de tamanha qualidade logo se questionou a coragem da associação e a mesma respondeu topando o desafio) esta pista de fato era pequena demais para algo que não fosse um estadual e assim nela nasce de fato o CARIOCA DE AUTOMODELISMO, campeonato Onroad já conhecido nacionalmente e organizado pela AARCN.

Negar a necessidade de transformar o campeonato em um estadual se transformou em ato declarado de covardia, coisa que a associação não poderia (nem deveria) aceitar. O resultado se mostra logo de cara, sucesso absoluto.

Os responsáveis diretos por essa qualidade, além de logicamente toda associação desde a diretoria até seus sócios que são responsáveis pelos recursos necessários para manutenção da mesma, incluindo mensalidade do espaço que sofreu fortes reajustes e fazem com que a gestão da pista seja algo não para amadores mas para administradores de fato, enfim, além de todos esses os nomes de Adilson, Wallace e Burlet devem ser considerados, graças ao esforço deles a pista tomou forma e saiu do papel, seja com sua nova pintura, seja com o cuidado no traçado, seja a rampa elevada dos boxes e modificações no palanque, enfim, primoroso trabalho.

Na foto o campeão Leandro no papel de diretor de prova (camisa azul clara) atento ao evento mesmo nos momentos em que não estava rolando o “valendo”, fundamental.

Revelação na cronometragem, Wallace antes responsável pela “gandulagem” e auxilio a infra da pista, agora assume o computador e se torna senhor do tempo, excelente performance!

Mas agora vamos falar de campeonato!! Sim, porque apesar da pista e de toda infra ela foi simplesmente um palco para o show realizado por todos os organizadores, pilotos e espectadores com grandes pegas e surpresas nos resultados.

Categoria Formula EP:

Na imagem em primeiro plano o piloto Guilherme Borgherth com Sergio Lang e Renato Elias (Camisa azul). Preparação, ajuste e tudo que for necessário para um bom pega.

A categoria Formula teria todos os motivos de não possuir um grande impacto junto ao publico, devido a sua escala reduzida e o fato de serem EP o que não proporciona o ruído característico”, porem, fica evidente que além de grande dificuldade por não permitir erros na pilotagem, com uma grande potencia em relação a escala e o fato de serem 4×2, aliado com o fato de que pelo seu fator “escalabilidade” (precisão e realismo na criação da bolha, capacete de pilotagem, rodas pneus e etc) serem frágeis não permitindo impactos nas proteções de pista e mesmo entre eles, além de todos esses fatores que deveriam desafiar apenas os pilotos, o publico simplesmente adora os F1 correndo na pista, seja o saudoso pai da época da F1 de domingos, seja o filho menor doido para comprar um igual para começar sua carreira.

O carro do piloto Alexandre Farias tinha tudo para brilhar na etapa, mas a F1 não perdoa (nem nossas lentes), com excelente performance observe a posição dos fios… Isso seria apenas mais um detalhe no resultado final da prova.

No detalhe Claudio Lagrange (amarelo), Renato Elias (verde) e Alexandre Farias (Branco e vermelho) dando um show nos pegas e disputando posições.

Nas quatro finais disputadas, as duas primeiras foram de Renato Elias e as duas Finais de Claudio Lagrange, ambos mantendo um ritmo de 11/12 voltas na casa dos 23 segundos, Já Alexandre Farias que conseguiu ter as posições de segundo, quinto, terceiro e abandono se demonstrou com problemas e ficou fora do pódio com seu melhor tempo de volta girando na casa dos 24 segundos, melhor para Guilherme Borgerth, constante e conseguindo conquistar o terceiro lugar no pódio.

Questionado sobre vencer a pressão de Alexandre Farias na luta pelo Pódio, Guilherme Borgerth foi enfático.

Podio: 1º Renato Elias / 2º Claudio Lagrange / 3º Guilherme Borgherth

Categoria GT Elétrico:

Moendo forte em cima do logo da AARCN, Alexandre Faria desfila uma das mais bonitas bolhas da categoria.

Hoje a antiga categoria SC Onroad deu lugar a GT EP, basicamente os pilotos de EP da categoria formula fazem parte desse mesmo seleto grupo e empenhados sempre dão um show de pilotagem! Novamente Renato Elias e Claudio Lagrange foram o nome do jogo com 13 voltas e tempos girando na casa dos 21 segundos. Sergio Lang, substituindo Guilherme Borgerth no mesmo confronto na Formula EP, fez par com Alexandre Farias na luta pelo terceiro lugar, levando a melhor e garantindo seu degrau na primeira etapa.

Claudio Lagrange empenando o carro com brutal aceleração garantindo que na GT EP, Renato Elias (primeiro na disputa da F1 EP) iria dessa vez ocupar a segunda colocação.

Constelação no palanque da AARCN. Claudio Lagrange, Renato Elias e Alexandre Farias.

Quase que um resumo, Sergio Lang e Claudio Lagrange moendo na curva de rápida e Alexandre Farias aguardando na rampa suspensa dos boxes da AARCN.

Dessa vez Renato Elias não conseguiu cravar o primeiro lugar como na Formula EP e deixou para seu amigo Claudio Lagrange o direito de olhar por cima, após um breve duelo entre Sergio Lang e Alexandre Farias, Sergio Lang domina e se mantém com direito a aparecer na foto do pódio.

Podio: 1º Claudio Lagrange / 2º Renato Elias / 3º Sergio Lang

Categoria GT Nitro:

Igor Figueiredo, piloto GT NITRO prepara calmamente sem saber o bólido que vai protagonizar uma verdadeira guerra na pista. Uma prova de resistência, estratégia e muita, muita velocidade

Uma batalha, sórdida, malvada e sofrida. Caprichosamente pincelada pelo destino para relembrar algumas lições, recompensar a coragem e agitar logo de cara o campeonato de 2016. Nada, definitivamente nada esta garantido e não existe zona de conforto para nenhum piloto, se jogo de azar fosse, muitos estariam quebrados e alguns poucos ricos com o resultados de suas apostas. Essa foi a categoria GT NITRO, considerada a principal categoria do campeonato Carioca onroad 2016.

Thomas Gisler (camisa preta) e Antonio de Lemos (em pé) tranquilamente esperam o chamado para a corrida GT NITRO, assim como Igor e todos os outros não poderiam imaginar o começo de 2016

Ainda na qualificação, tudo parecia “normal” em ordem os pilotos Luciano Serra, Thomas Gisler, Igor Figueireido e Raimundo Burlet, após irem para pista conquistaram os melhores tempos e definiram a ordem de largada. Desta lista a ausência de dois nomes seriam notadas após… Renato Tano e Rodrigo Souza, o tempero usado pelo “acaso” para saltear caprichosamente o bife na frigideira da primeira etapa do carioca 2016.

Renato Tano, (camisa escura) luta com problemas no seu tanque de combustível. Mais uma peça no xadrez sem saber nada do que iria ocorrer…

O carro “06″ de Rodrigo Souza, aguarda com a responsabilidade de suportar um piloto retornando as pistas 1 ano depois e 7 anos sem nenhuma experiência em categorias NITRO.

Raimundo “Inoxidável” Burlet aguarda seu momento de ocupar sua posição no grid da final após detonar o tempo de Rodrigo Souza na Qualificação por “.200″ na ultima puxada.

No inicio da corrida logo de cara Raimundo Burlet teve problemas com seu bólido saindo atrasado e completando a volta na casa dos 55 segundos, logo seu tempo caiu para normalidade. Nesse meio tempo o piloto Antonio Lemos conseguiu completar sua volta na casa dos 28 segundos e conseguiu realizar 4 voltas, sendo a mais rápida na casa dos 25 segundos (3º volta) e a quarta em 2 minutos e 15 segundos, demonstrando problemas mecânicos logo após abandonando. Burlet seguiu em seu ritmo girando nos 23/24 segundos sem reação com o pelotão da frente.

Em 10 voltas as colocações são as seguintes: Luciano Serra em primeiro aproximadamente 10 segundos do segundo colocado Thomas Gisler formando o primeiro pelotão e se mantendo com franca vantagem afastado de Renato Tano e Nilton Carlos. Logo depois Igor Figueireido e Rodrigo Souza afastados de Nilton com 15 segundos e Burlet com quase 58 segundos atrás de Rodrigo Souza. Nesta etapa a franca vantagem de Luciano Serra contrasta com o embate feroz de Thomas, Tano e Nilton, alem disso, 15 segundos abaixo, Igor e Rodrigo protagonizam uma guerra de nervos.

Durante um bom tempo Luciano Serra e Thomas Gisler combateram duramente para defender as primeiras colocações do certame.

Após mais 20 voltas, com Raimundo Burlet abandonando chegamos a 33º volta com Luciano Serra em primeiro, Thomas Gisler em segundo derrubando a diferença para 4 segundos, acompanhado de Renato Tano 13 segundos afastado, fechando o primeiro grupo. Nilton Carlos em quarto, distante aproximadamente 49 segundos dos lideres fica em posição isolada do grupo já que apenas 12 segundos após chega Rodrigo Souza em quinto com Igor Figueireido em sexto 10 segundos atrás.

Nilton Carlos, perde performance e se afasta do pelotão da frente ao longo da prova se isolando em uma posição intermediaria.

Chegando a 30 voltas após o ultimo cenário Renato Tano enfim conquista a primeira colocação afastado 46 segundos aproximadamente de Luciano Serra, quase 1:20 minutos atrás Rodrigo Souza continua sendo implacavelmente perseguido por Igor Figueireido que se mantém afastado por 12 segundos e fechando o pelotão dos fundos Nilton Carlos com uma diferença de 1:05 minutos para Igor e Thomas Gisler mais de 4 minutos de diferença para Nilton.

Apenas 8 voltas depois, tudo parece decidido enfim. Nessa Round Nilton Carlos e Thomas fora da disputa garantido respectivamente o quinto e sexto lugares , Renato Tano continua em sua primeira posição com mais de 2 minutos para Luciano Serra, Rodrigo Souza com 26 segundos para Luciano Serra sente o bafo de Igor Figueireido se aproximando com 6 segundos a menos em uma épica recuperação, um tudo ou nada, porem… Enfim, a decisão se completa com Igor ficando em quarto.

É oficial, Renato Tano em primeiro, Luciano Serra em Segundo e Rodrigo Souza em terceiro. O azarão Rodrigo Souza, diretor de provas de 2015 que declaradamente almejava completar apenas a prova sem quebras no bólido, consegue formar o primeiro pódio GT NITRO do Campeonato Carioca AARCN 2016.

Pódio: 1º Renato Tano / 2º Luciano Serra / 3º Rodrigo Souza

Categoria OPEN Nitro:

Representante clássica do automodelismo nitro a categoria OPEN na escala 1/10 carrega a responsabilidade de manter os bons e velhos sedans nitro rodando.

Remanescente dos primórdios da AARCN a categoria OPEN NITRO anda forte, muito forte mesmo e mostra que tanto seus bólidos como pilotos e mecânicos estão afiados. Para efeito de comparação o tempo médio de um carro OPEN NITRO chega a ser 2 segundos mais baixo que um GT NITRO o que proporciona muito mais voltas e um desgaste tremendo. Outra importante parte é a manutenção, quase que obsessiva, para manter esses foguetes terrestres afiados para o combate.

E nessa primeira etapa do campeonato carioca de automodelismo onroad da AARCN não faltou combate do inicio ao fim com 3 grandes pilotos especificamente: Silvio Andrade, Luis Vinicius e Andre Mokado. Todos embolados sejam na qualificação como na hora de colocar os carros para moer na final. Silvio cravou o final com apenas 1 segundo na frente de Luis Vinicius e Mokado agarrado por 4 segundos apenas!! Fernando Oliveira terminou em quarto e logo a seguir Antonio Lemos que completou assim o grid da OPEN NITRO.

Insanos!! O pega mais apertado do dia ocorreu na categoria Open Nitro entre os pilotos: 1º Silvio Andrade / 2º Luis Vinicius / 3º André Mokado

E foi assim!! Mais fotos? Resultados completos? Confira os links abaixo e lembre-se!!! Tem mais pega confirmado para o dia 13/03/2016!! E o bicho vai pegar!!!

Álbum fotos Facebook OutRC: 1º Etapa do Carioca de Automodelismo AARCN 2016
Resultados Oficiais by Myrcm: 1ª Etapa Campeonato Carioca On-Road AARCN – 2016 / RESULTADOS

Categorias: Campeonatos | Deixe um comentário